Por que pensamos fora da máquina!

April 12, 2018

 

É mais fácil para quem nunca passou necessidade, fome, ou qualquer privação, ignorar, ficar apático a uma ação social tão bacana que teremos no dia 10 de maio de 2018.

 

Somos humanos, pessoas, mas muitas das vezes a correria, a falta de tempo não nos permite olhar como está o nosso próximo, que sobrevive com muito menos que nós, com muita luta e sacrifício.

 

Há dois anos levo meus filhos para participar da festa das crianças que a Casa de Apoio à Criança com Câncer São Vicente de Paula faz com todas as crianças, que estão em tratamento de Câncer. O evento ocorre na escola dos meus filhos, todo ano, na zona norte do Rio de Janeiro.

 

Meu filho mais velho possui 8 anos e a mais nova 7 anos. Eles já fizeram amizades e aprenderam a respeitar o próximo, só observando que não somos iguais, e que também não somos melhores, mas temos oportunidades que aquela pessoa que está doente não tem, pois está privada de sua saúde. Aprendem com o convívio.

 

Tenho a oportunidade de mostrar que o mundo não é um mar de rosas, e que o nosso papel enquanto estivermos aqui nesta Terra, é de ajudar o próximo, como diz um dos dez mandamentos: "Amarás o próximo como a ti mesmo." É fácil amar quem conhecemos, nossos familiares, amigos, etc. E quem nunca vimos? Como proporcionar algo para alguém que naquele momento não tem nada a nos oferecer? Isso é amar ao próximo! Se doar.

 

Não existe distinção entre estas crianças do evento, existe a oportunidade de ter momentos de alegria e amor, além de conhecer a dor do próximo e poder ajudar de certa forma, mesmo que por alguns instantes.

 

Graças à Deus, meus filhos não passam pelo que eu e minha esposa passamos na infância: fome, privação, humilhação, calor, frio, saudade, mas eles sabem e observam o que é passar por isso, quando estão com uma destas crianças, que não tem mais pai nem mãe, não tem cabelo, não tem muitas vezes, nem mais vontade de viver. Isso é sentir a dor do próximo e ajudar com orações, mas também devemos ajudar com ações. A fé sem obras é morta!

 

Minha filha me disse certa vez, que todos os dias ora por estas crianças, para que o Papai do Céu cuide delas. 

Se uma criança de 7 anos se lembra dos necessitados, por que você não pode se lembrar??!!

Deus se lembra de você todos os dias, e de repente este texto está te ajudando, agora ajude à mais alguém.

 

Se você está em uma situação difícil, existem pessoas em situações piores, sem saúde, sem força para trabalhar, de se sustentar e você está aí, lendo este artigo do meu blog.

Vamos ajudar as crianças meu povo carioca, você receberá em dobro, não de mim, mas de Deus!

 

No próximo dia 10 de maio de 2018 haverá um furacão na cidade do Rio de Janeiro e o clima é ágil em ação, que acontecerá na Stone. A entrada será 2kg de alimentos não perecíveis.

O que você está esperando?

Já se inscreveu??!!

As inscrições são limitadas, mas as trocas de experiências e energia positiva serão enormes, que irão irradiar na sua vida.

 

Se inscreva aqui! 

 

Olha, não se esqueça, por que pensamos fora da máquina 📠 e o Maraca 🏟 é nosso, só acontecerá no Rio de Janeiro!!!

 

 Clima ágil em ação na Stone .

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

SCRUM: o que é?

February 11, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes

February 11, 2018

February 11, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2004 - 2018 por Luiz Felipe CLima, Agente de mudança, Facilitador, Agile Coach - Precisou?! Chame o CLima.